Paralimpíadas 2021 vem aí: confira como assistir e curiosidades

Está chegando a hora! Depois de uma pandemia no meio do caminho e o adiamento dos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 para este ano, os nossos atletas finalmente entrarão em cena. A cerimônia de abertura será na terça, dia 24, às 8h da manhã  (horário de Brasília). Os jogos terminam no dia 5 de setembro.

Os jogos Paralímpicos de Tóquio contam com a estreia de Badminton e Taekwondo. O Brasil não será representado em apenas dois esportes: basquete em cadeira de rodas e rúgbi em cadeira de rodas.

O planejamento do Comitê Paralímpico Brasileiro é ficar entre os 10 melhores e conquistar a centésima medalha de ouro. Já conquistamos 87 até então – 21 em 2012 e 14 em 2016. A delegação brasileira será composta por 260 atletas (incluindo atletas sem deficiência como guias, calheiros, goleiros e timoneiro), sendo 164 homens e 96 mulheres, além de comissão técnica, médica e administrativa, totalizando 434 pessoas.

Neste ano haverá a a estreia de Badminton e Taekwondo, 

O esporte paralímpico brasileiro aposta em uma grande renovação no quadro de atletas. Entre os 229 atletas convocados para Tóquio, 86 serão estreantes em Jogos Paralímpicos, sendo  47 atletas masculinos e 39 femininos.

Esse balanço entre atletas experientes e estreantes pode ser vital para a conquista de novas medalhas. Para se ter uma ideia, 39 atletas  terão menos de 23 anos na competição.

O atletismo é a modalidade em que o Brasil mais conquistou medalhas em Jogos Paralímpicos. O país já faturou 142 medalhas na modalidade: 40 de ouro, 61 de prata e 41 de bronze.

Já a seleção brasileira  de futebol de 5, jogado por pessoas com deficiência visual, é soberana: venceu todas as edições que esteve presente: 2004, 2008, 2012 e 2016. Rumo ao penta!

Mas o Brasil chega forte em várias outras modalidades. O Halterofilismo feminino brasileiro briga por medalha inédita, por exemplo. Já o Goalball feminino, com gerações diferentes, também  luta por um pódio inédito.

Mas pouco importa a modalidade: temos, acima de tudo, que apoiar, compartilhar e fortalecer o esporte paralímpico no Brasil. A Globo exibirá em canal aberto algumas modalidades, mas isso ainda não está definido.

Já o canal fechado SporTV terá três canais na cobertura das Paralimpíadas. A Globo promete cerca de 100 horas de eventos ao vivo dos Jogos em Tóquio. Assim como as olimpíadas, vamos dar todo o nosso apoio e torcida para esses verdadeiros profissionais do esporte!

Confira todas as modalidades dessa edição dos Jogos Paralímpicos de Tóquio:

•Atletismo

•Badminton

•Basquetebol em cadeira de rodas

•Bocha (esporte de precisão)

•Canoagem

•Ciclismo (estrada e pista)

•Esgrima em cadeira de rodas

•Futebol de 5

•Goalball

•Hipismo

•Judô

•Levantamento de peso

•Natação

•Remo

•Rugby em cadeira de rodas

•Taekwondo

•Tênis de mesa

•Tênis em cadeira de rodas

•Tiro

•Tiro com arco

• Triatlo

• Voleibol sentado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo da página

Menu